#11 cativar

mroliver_logo_b

“o essencial é invisível para os olhos”

mroliver_logo_b

não é mesmo?

como viver sem levar esta frase ao pé da letra?
e como era de se esperar, no projeto da cadeira de Projecto de Cultura Visual,  com o professor Armando, no mestrado que estou fazendo em Design e Cultura Visual, aqui em Lisboa, a qual a tarefa era criar uma narrativa visual, eu não tinha a menor dúvida que iria usar o mesmo tema de tipografia para tal.

cativar, do livro tipográfico, virou um roteiro e adaptado para o vídeo, de um jeito bem diferente, colorido, essencial e cheio de emoção!

sem muito que dizer, aperta o play e se emocione:

mroliver_logo_b

conceitos

a partir da clássica frase, retirada do livro O Pequeno Príncipe, de Antoine de Saint-Exupéry, é que a narrativa do projecto se desenvolve: cativar é uma releitura do capítulo XXI da obra, de forma mais simples e direta, apenas com as falas das personagens, e que retrata, em meu ponto de vista e perspectiva, a parte mais importante da história, o ato do cativar.
este livro tem muita importância em minha vida e por isso ele foi escolhido. além de ser o meu favorito, mostra algo em que percebo que deveria ter uma grande atenção nos dias atuais por toda gente – o ato de cativar, da empatia e do conhecer e criar laços.

atualmente vivemos em uma geração hiper conectada, onde todos se mantém ativos e a atos por fazer mais e mais, porém quase sem conexão humana de real valor, e principalmente signi cados e valores. assim, este fragmento do livro tem o objetivo de ressigni car este sentimento e reapresentá-lo a quem lê. e tudo, de maneira simples e direta, como minha própria loso a de vida.

com conceito minimalista e de poucos elementos, a história é ilustrada através de origamis e a técnica de stopmotion, com 1514 fotogra as sequenciais e com uma mescla de vídeo, distribuídos em 4:22 minutos. Cada detalhe foi pensado: as cores contrastantes para destacar, a simplicidade e delicadeza nas dobras de papel, nos movimentos, e principalmente os personagens – que não possuem expressões faciais, inspirados nos bonecos da pedagogia Waldorf, que defende que desta forma não se influencia o sentimento de quêm os vê.

em uma estética vintage, o texto é escrito na fonte Olivetti, que se assemelha aos tipos feitos em uma máquina de escrever, propondo esta conexão com o antigo (resgate) e da simplicidade na estética visual.

no decorrer do enrredo, enquanto a história acontece, e o ato de “cativar” é desenvolvido, os blocos de textos e personagens se movem, de forma sutil, e se aproximam, como um teatro; balões de textos e ícones intercalam as ilustrações para exempli car o texto e a essência da história, e simpli ciar a compreesão; até o seu m, com a clássica frase da obra.

e não há falas em áudio, pois o curta-metragem é inspirado no clássico cinema mudo, incentivando a atenção plena e a compreensão da mensagem, já que é um lme criado especialmente para adultos (se lembrarem de ser crianças novamente). o objetivo é explorar a simplicidade, o resgate, o bonito e também a elegância do menos e melhor, sem exageros, mostrando apenas o essencial – como a alma principal da história e do livro.

 

oliverthi_cativar_o_pequeno_principe2

[um origami da clássica rosa]

 

curiosidades

os bonecos Waldorf tem pouca ou nenhuma expressão em seus rostos para que a criança represente o sentimento dela durante a brincadeira. São feitos de pano – para aquecer e ter a temperatura do corpo – e sua cabeça é resistente, são fáceis de carregar, tudo pensado para que “sobreviva”a todos os momentos da vida da criança, inclusive em seus acessos de raiva. é dada a liberdade a quem brinca de escolher o humor e os sentimentos dos bonecos de acordo com seus estados de espírito.

são confeccionadas de forma artesanal, e o enchimento é feito com materiais inteiramente naturais: malha e tecidos de puro algodão, feltro de lã e os de lã pura, para familiarizar a criança com o mundo natural por meio de seus materiais, nos quais ela aprende a reconhecer cor, textura, forma, peso, etc.

de acordo com a Pedagogia Waldorf, o boneco tem importância e intimidade no brincar incomparável a dos outros brinquedos. independentemente de idade ou sexo, o boneco acompanha a criança em todos os seus caminhos, na cama, no brincar, no consolo de suas tristezas e nas suas alegrias, sendo assim um espelho para a criança, onde ela possa re etir sua anatomia e características étnicas.

 

oliverthi_cativar_pequeno_principe_rascunhos  oliverthi_cativar_pequeno_principe_dobrando  oliverthi_cativar_pequeno_principe_origami
oliverthi_cativar_pequeno_principe_cenario
  oliverthi_cativar_pequeno_principe_teste_cenario
[processo criativo]

oliverthi_cativar_pequeno_principe_storyboard-01 oliverthi_cativar_pequeno_principe_storyboard-02
oliverthi_cativar_pequeno_principe_storyboard-03
[storyboard]

o que me diz? se emocionou comigo ao assistir o curta-metragem?
comentaê!

 

com carinho,
oliverthi_

oliverthi_yuri_lisboa

oliverthi_oculos_BK

quer receber cartinhas virtuais de surpresa?

então, manda bala!
e relaxa, eu não vou lotar sua caixa de e-mails ¬¬

seu nome

seu e-mail

oliverthi_oculos_BK

comente a vontade :D

pessoas falando <3