#06 colorTouch

oliverthi_colortouch_toy_separado

mroliver_logo_b

uma experiência integrada e sensorial, para ensinar cores
para quem não as vê!

mroliver_logo_b

pois é…
já imaginou um mundo sem as cores? ou melhor, sem absolutamente nada diante dos seus olhos? #tenso
só que isso é uma realidade de algumas pessoas – os deficientes visuais.
e chegamos a um ponto muito desafiador – como ensinar cores (algo totalmente visual) para quem não às vê? #vixi
o projecto da vez é mais um de arte visual, só que desta vez, o professor Arnaldo Vila Boas, aqui no mestrado em Design e Cultura Visual em Lisboa pediu pra gente desenvolver algo pessoal e livre, e que possivelmente poderia ser algo já pro projecto / tese do curso/mestrado.

não deu outra: lá foi o Thi tentar unir três universos: as cores, a educação e o design.
e depois de uma intensa pesquisa – pedagogia Waldorf, cores, teoria, o que já existia, o que eu gosto, madeira, marcenaria, bichinhos fofinhos (pra relaxar!), toys e brinquedos…. pronto! juntei tudo e apresentei um rascunho: um brinquedo integrado pra ensinar formas e cores.
mas… como nem tudo são flores, o balde de água fria: era algo que já existia.
então, voltei as pesquisas, dei uns dias e PLUFT! a ideia final – a mesma ideia, mas direcionada para outro tipo de perfil – crianças com deficiência visual (daltónicas ou invisuais, que não enxergam)! #PqNãoPenseiNissoAntes

segura mundo!
partiu da coisa mais Amélie do mundo (só os fortes entenderão!), e o meu prazer enorme em sentir tudo – o toque das coisas no mundo.
quem me conhece pessoalmente sabe que além do abraço, eu vivo tocando e sentindo a textura das coisas, onde me conecto de uma forma inexplicável.
então… pronto.
chega de papo, vamos ver o vídeo aqui embaixo (que foi minha apresentação no meu aniversário, no último dia 22 de novembro), e abaixo eu digo TUDO o que escrevi no trabalho escrito para justificar minhas todas escolhas.

prontos para se aprofundar em alguns Universos particulares do Thi? =)

 

o brincar

no desenvolvimento do ser humano um dos períodos mais importantes da vida é sem dúvida a infância. considera-se que nesta fase da vida, a criança está a desenvolver seus sentidos, seu pensar imaginativo e sua capacidade de criar e de agir, a estruturar o seu pensar e seu corpo físico, e a iniciar sua vida de relações; e tudo isso mostra que as vivências na Infância devem ser extremamente saudáveis. os brinquedos Waldorf tem a missão de unir diversão com educação. são inspirados na Pedagogia Waldorf, pedagogia implantada pelo filósofo e educador Rudolf Steiner em 1919, na Alemanha. tal pedagogia basea-se na Antroposofia – uma filosofia de vida norteada e fundamentada no equilíbrio entre a ciência e o espírito (espiritualidade), que apresenta como um caminho a busca da verdade e do que é essencial, ou seja, uma forma de ver e viver espiritualizada e baseada no conceito cientí co, que usa a ciência tradicional na investigação do que vai além do sensorial (sensível, inexplicável).

os brinquedos saudáveis possuem características lúdicas, que estimulam a imaginação e desenvolvem a criatividade, o emocional, equilíbrio, noções de movimento e os sentidos, fazendo que com isso, melhorem o convívio social com outras crianças.
é preciso que as crianças brinquem para que a mente seja estimulada e que o acesso ao mundo adulto não aconteça de forma precoce, pulando etapas. este é o principal objetivo dos Brinquedos Waldorf, atender ao que as crianças realmente precisam durante a infância, apenas brincar.

já as cores tem um papel fundamental na educação e também no brincar: através das cores, as crianças podem pouco a pouco expressar sua vida de sentimentos e qualidades da alma.
reconhecer e expressar sentimentos é um longo aprendizado para a criança e tem início na primeira infância; e esse contato com as cores deve ser feito de forma gradual, para que elas possam experimentar cada uma das tonalidades individualmente.

SITESABCores

[círculo cromático, pintado por Goethe, Teoria da Cor]

oliverthi_oculos_BK

mas, e quando uma criança apresenta deficiência visual, como o daltónismo?

diante desta realidade – crianças invisuais não percebem as cores de forma sensorial através da visão -, e pensando inicialmente no ensino das cores, através de uma brincadeira lúdica e interativa, surgiu a ideia do colorTouch um brinquedo sensorial e integrado: nele, basicamente as crianças com alguma de ciência visual (daltónicas ou totalmente invisuais) podem aprender as cores (primárias, secundáris e o preto) e suas sensações emocionais (psicodinâmica), além de formas geométricas, tamanhos, quantidades, coordenação motora e a própria percepção de sentidos (através de texturas).

e tudo isso, baseado na linha de pensamento antroposófica (Waldorf), com conceito ecológico e natural, com elementos básicos e feitos com materiais orgânicos, e que apresente sentido em todos os detalhes.

oliverthi_colortouch_toy
[colorTouch: uma experiência sensorial para aprender as cores – @oliverthi]

oliverthi_oculos_BK

detalhes do projecto

são 7 (sete) peças internas com as texturas e a base de madeira, que acompanha um saco para guardar o brinquedo, com bolso interno para as peças.
os materiais, orgânicos: folhas de madeira balsa (compensados), colados e prensados, 1 a 1. são um total de 15 folhas sobrepostas para formar a base.
as peças, são do próprio corte – a ideia é aproveitar tudo, sem desperdício.
e ser o mais orgânico e funcional possível.
cada peça possui uma pequena tira transparente para retirar as peças para guardar e/ou recomeçar a brincadeira. e as texturas variadas.

oliverthi_colortouch_saco_interno  oliverthi_colortouch_saco

oliverthi_oculos_BK

a proposta é que, através da experiência e da interação com o brinquedo, muitos pontos podem ser explorados:

as cores e sua psicodinâmica*

o principal objetivo do brinquedo é apresentar as cores básicas e suas combinações – primárias e secundárias – e a cor preta, através da sensação do toque (tato) à diferentes texturas, que tem total relação com a maneira em que as crianças não invisuais percebem estas cores.

psicodinâmica: o conjunto de factores de natureza mental e
emocional que motivam o comportamento humano.

oliverthi_cores

as formas geométricas, os tamanhos e a coordenação motora

através da interação do brincar e de descobrir com as mãos, cada cor/sensação é associada a uma forma geométrica diferente, que se encaixa dentro de outra, desenvolvendo o sentido de integração, proporção e tamanho, e principalmente, a coordenação motora (do encaixe das peças).

oliverthi_formas_geometricas

o número 7

o brinquedo basea-se, principalmente, nas principais cores e combinações – as cores primárias e secundárias. porém, foi acrescentado uma 7a cor – o preto, pois atualmente não é explorada nos brinquedos, e nota-se um potencial positivo para ressignificar o sentido desta cor excluída e altamente alvo de preconceitos. além disso, o 7 é um número bastante importante na Antroposofia: os ciclos de aprendizado e de vida são dividos a cada 7 anos, chamados de setênios. eles são baseados na observação dos ritmos da natureza e no sentido da vida, e nos ajuda a compreender que, a cada ciclo, soma-se os conhecimentos adquiridos no anterior, e busca-se um novo desafio.

com base neste princípio, o primeiro setênio (ciclo dos 0 aos 7 anos) é a fase da interação com os pais, onde há a contrução do corpo do indivíduo (a criança).
o segundo setênio (ciclo dos 7 aos 14 anos), é a fase do sentido de si, que promove um profundo despertar do sentimento próprio, e onde o indivíduo está pronto para que autoridades como pais e mestres (professores) assumam seu papel importante no ensinar.

inclusive, a faixa etária para o brinquedo seria exatamente à partir dos 7 anos.

oliverthi_oculos_BK

acolher_colorido
segunda a Antroposofia, aos 7 anos, há um profundo despertar
do sentimento próprio da criança

 

as cores e as texturas escolhidas

as texturas foram selecionadas com base nos principais conceitos que cada cor transmite, de forma simplificada, direcionada especificamente para crianças, e também com base em elementos possívelmente encontrados na natureza. são elas:


oliverthi_colortouch_texturas_vermelhooliverthi_colortouch_texturas_laranjaoliverthi_colortouch_texturas_amarelooliverthi_colortouch_texturas_verdeoliverthi_colortouch_texturas_azuloliverthi_colortouch_texturas_roxooliverthi_colortouch_texturas_preto

vermelho
esta cor transmite a sensação de calor, aquecido, como o fogo ou o toque à um tecido quente, anelado e acolhedor.

laranja
esta cor transmite a sensação de diversão, sabor, e por existir uma fruta com seu nome, o que faz sentido é algo similiar a textura da casca da própria laranja.

amarelo
esta cor transmite a sensação de alegria, energia, criatividade, como o sol ou um tecido de toque leve e diferente, com a presença de movimento, como a pequenas ondas.

verde
esta cor transmite a sensação de algo fresco, natural, como a natureza e o toque à uma folha de alguma planta tropical.

azul
esta cor transmite um frescor e muita levesa, calma, relaxamento, muito associado ao mar e a água, e uma textura que lembra algo com aspecto molhado e frio.

roxo
esta cor transmite sabedoria, sofisticação, e místério, como o Universo e o toque à um tecido que seja difíil de interpretar, com leves toques macios e rústicos ao mesmo tempo.

preto
esta cor transmite elegância, poder, luxo, com um bocado de mistério, como a noite e o toque a um tecido nobre, liso, como uma seda.

oliverthi_oculos_BK

o processo criativo

dos desenhos ao recorte a laser no lab da Universidade, aos testes de cores e pinturas internas e da peças, a finalização da base e a colagem das lâminas, os testes e colagem das texturas, todo o processo handcrafted (feito a mão) para um protótipo conceitual.

oliverthi-colortouch-01 desenho e recorte a laser  oliverthi_colortouch-02 pintura e determinaçao das cores

oliverthi_colortouch-03 pintura formas  oliverthi_colortouch-04 colagem laminas

oliverthi_colortouch-05 escolha de texturas  oliverthi_colortouch-06 finalizacao

curiosidades: todas as formas geométricas – e principalmente as cores – “nascem” da primeira, o triângulo preto. esta seria, talvez uma alusão ao criador aqui? lembram da experiência OliverThi? =P
e todas as formas cabem dentro do círculo – a forma da perfeição e que representa Deus/o Universo/Infinito. #reflitam

oliverthi_oculos_BK

oliverthi_invisual_PB

oliverthi_oculos_BK

bom… cabô fundamentação e viagens.
será que até o final do semestre defino melhor este projecto para desenvolver no curso?
não sei… mas meu coração diz que estamos no caminho certo!

agora, diz pra mim. o que você achou?
será que acertei no projecto? =)

 

com carinho,
oliverthi_

oliverthi_yuri_lisboa

oliverthi_oculos_BK

quer receber cartinhas virtuais de surpresa?

então, manda bala!
e relaxa, eu não vou lotar sua caixa de e-mails ¬¬

seu nome

seu e-mail

oliverthi_oculos_BK

bibliografia / fontes de pesquisa:

HELLER, Eva. A psicologia das cores: como as cores afetam a emoção e a razão.1 edição, São Paulo. GG – Gustavo Gili, 2013.

FRASER, Tom. BANKS, Adam. O guia completo da cor. São Paulo, Editora Senac São Paulo, 2007.

WALDORF, Brinquedos. Brinquedos Waldorf. Disponível em:
https://www.brinquedoswaldorf.com.br

WALDORF, Brinquedos. Brinquedos Waldorf. Disponível em:
https://brinquedoswaldorf.wordpress.com/category/brinquedos-educativos-2

VITORINO, Raquel. Lanternas no caminho. Disponível em:
https://lanternasdocaminho.com/2016/03/04/como-usar-as-cores-no-desenvolvimento-infantil

MEDIO S. L., Polegar. GuiaInfantil.com. Disponível em:
https://br.guiainfantil.com/materias/educacao/aprendizagem/como-ensinar-as-cores-para-uma-crianca-daltonica

GARCIA, Diego. Mundo Estranho. Disponível em:
https://mundoestranho.abril.com.br/ciencia/como-enxergam-os-daltonicos

SEM DADOS. Pequenada. Disponível em:
http://pequenada.com/artigos/seu-filho-daltonico

OLIVEIRA, Thiago Vicente de. Oliver Thi studio. Disponível em:
http://oliverthi.com/o-que-e-antroposofia

MARQUES, José Roberto. JRMCoaching. Disponível em
http://www.jrmcoaching.com.br/blog/a-teoria-dos-setenios-os-ciclos-da-vida

comente a vontade :D

pessoas falando <3

  • Ana Sanches

    Cada vez mais eu tenho certeza que esse Universo é mesmo muito especial… e se encarrega de aproximar as pessoas de sonhos semelhantes! Parabéns meu afilhado de artes, de sonhos, de planos… que orgulho de te ver florescer dessa forma menino! E vcs, meus amigos, acompanhem o nascimento de um artista de criações Waldorf!

  • Taynara Menezes

    Que ideia maravilhosa, sério! Apaixonada <3

    • ai que gracinha <3 <3 obrigado pelo carinho Tay! vamos que vamos que só comecei!