#09 fome (projecto visual fotográfico)

oliverthi_fome_david_LaChapelle

mroliver_logo_b

uma imagem fotográfica pode despertar emoções e vontades,
e junto as cores, a intensidade pode ser ainda maior.

mroliver_logo_b

não é mesmo?

e essa foi a temática que resolvi trabalhar no meu projecto fotográfico, da mesma matéria aqui no mestrado que estou fazendo em Design e Cultura Visual, em Lisboa!
o professor – o fofo e querido – Anibal tem me re-ensinado grandes lições, e lançou a tarefa: criar uma galeria de imagens e uma espécie de exposição, com base naquilo que gostamos e em algum fotógrafo contemporâneo que tenha um estilo que nos agrade.

não deu outra né? falar em cores saturadas o tio David vem em seguida.
apesar de ele não fotografar frutas, ele sempre foi uma referência pra mim, pelas cores <3

então, vem comigo que vou explicar (e mostrar!) tudinho!
mas antes, dá o PLAY aí na “exposição” virtual que preparei:

 

conceitos

trabalhar com cores saturadas – meu gosto pessoal – e não ter como referência o trabalho do fotógrafo David LaChapelle é quase impossível. seu trabalho irreverente e apelativo, com imagens de um mix de elegância e sarcasmo, apelo sexual e auto contrastes de cores, e presença marcada de corpos humanos (e mesmo guras conhecidas) é uma marca registrada. o projecto fome tem a intenção de despertar fome, que intitula a mostra: com gestos humanos sutis e presença marcante de simples frutas, utiliza as cores para realçar tais elementos e gestos, para despertar tal sensação, mostrando inclusive o poder que as cores junto a fotogra a tem de in uenciar nossas emoções.

a ideia central era trabalhar o minimalismo de uma maneira ousada – com um número limitado de cores, porém fortes e intensas. tais escolhas determinaram também a quantidade de frutas – apenas 3. e estas mesmas cores também determinariam quais frutas usar: o vermelho – maçã; o amarelo – banana; e o azul – mirtilo (blueberry).

seguindo a mesma lógica, 3 movimentos e atitudes humanas, com a intenção de despertar desejo e intenção, movimento, de forma sutil e levemente sexy, que desperta sentimentos e lembranças individuais de quem vê – tendo apelo sexual ou não.

a intenção é justamente esta: cada um terá uma sensação, mas com um objetivo essencialmente comum: despertar o desejo, a fome.

as bordas brancas em todas as imagens servem apenas como áres de respiro, para as cores serem vistas isoladamentes, e um resultado visual mais agradável e confortável.

a disposição da mostra e sua curadoria foi pensada para organizar o olhar: partindo da primeira imagem, a cor da fruta sempre determina a cor de fundo (background) da próxima imagem na primeira leira / grelha. no centro, o destaque ao nome, enfatizado pelas imagens superior e inferior. e abaixo, o inverso: a cor de fundo (background) determina a cor da fruta da próxima imagem.

de forma inconsciente, é possível criar mentalmente triângulos visuais: de frutas isoladas e frutas com presença humana. e também um “X”de conexão entre as mesmas frutas/fundos.

 

os principais pontos explorados no projecto visual fotográfico:

 • as cores e seus contrastes
• o minimalismo: de elementos, cores, cenas e ângulos
• frutas
• presença de corpo humano, de forma sutil e elegante, mas com um ar sensual
• um leve apelo sexy e de sarcasmo

oliverthi_visual_art_fome_photoproject
[disposição das imagens para exposição do projecto visual fotográfico]

 

 

processo criativo

oliverthi_fome_producao_foto_06 oliverthi_fome_producao_foto_07 oliverthi_fome_producao_foto_04 oliverthi_fome_producao_foto_03 oliverthi_fome_producao_foto_02 oliverthi_fome_producao_foto_01

preparação “improvisada” do background; aproveitamento da luz natural e simplicidade nos elementos;
testes de imagens, luz e sombra; pequenos detalhes e ângulos: a arte de se fazer tudo sozinho!

 

 

David_LaChapelle_Rudolfinum_4David LaChapelle

David LaChappelle é um fotógrafo estadunidense, conhecido por suas imagens inusitadas, coloridas e irreverentes.
nasceu em Hartford, Connecticut, em 11 de março de 1963. Estudou Belas Artes na North Carolina School of the Arts até se dirigir rumo a Nova Iorque estudar simultaneamente na Arts Student League e na School of Visual Arts.

já na Big Apple, LaChapelle conseguiu o seu primeiro trabalho pro ssional enquanto fotógrafo ao serviço da revista Interview, pela mão precisamente do seu fundador, Andy Warhol.

durante o nal da década de 1980 e na década de 1990 LaChapelle começou a ser grandemente reconhecido na cena nova-iorquina. esse reconhecimento deve-se à inusualidade das imagens que cria, testemunho de um mundo surreal, através de fotos ultra saturadas que misturam o glamour com uma fantasia cómica, de beleza e bizarria.

o seu trabalho fotográ co já foi capa de todas as principais publicações de moda e não só, como a Italian Vogue, Vanity Fair, Rolling Stone, i-D, Vibe, Interview, e a The Face, entre muitas outras. Encontra- se também sob contracto com a americana Vanity Fair. dentro da publicidade, o currículo de LaChapelle estende-se a marcas como L’Oreal, Iceberg, MTV, Ecko, Diesel Jeans, Sirius, Ford, Sky Vodka, etc. além dos habituais retratos que faz dos mais importantes (leia-se, famosos) artistas contemporâneos, LaChapelle concebeu capas para os álbuns de músicos como Macy Gray, Moby, No Doubt, Whitney Houston, Mariah Carey, Lil’ Kim, Elton John, e Madonna.

 

2dfbeaa624485a40cd18e7450ee9dbb6

[fotos ultra saturadas que misturam o glamour com uma fantasia cômica, de beleza e bizarria]

 

descrito pelo New York Times como o “fellini da fotogra a”, David LaChapelle tem já alguma obra publicada sobre o assunto. Desde 1996, ano em que chegou aos escaparates o seu livro de estreia, “LaChapelle Land”, pela mão da editora Calllaway, o fotógrafo já editou “Hotel LaChapelle” pela mesma editora, “If you want reality, take the bus” em 2002 pela Artmosphere, e prepara-se para editar em fevereiro deste ano uma gigante retrospectiva de 700 páginas pela editora Taschen, intitulado “Artists And Prostitutes”.

também já diversos museus e galerias de arte se mostraram interessados no trabalho do fotógrafo do norte da américa, galerias como a nova-iorquina “Staley-Wise and Toni Shafrazi Galleries”, a “Fahey-Klein Gallery” na costa oeste, mais precisamente na Califórnia bem como em algumas galerias europeias como austríaca “Art Trend”, a alemã “Camerawork, e a galeria italiana “Sozzani and Palazzo delle Esposizioni”. mais recentemente, o seu trabalho foi mostrado no Londrino “Barbican Museum”, no qual conseguiu um recorde de visitantes que o museu mantém imbatível até à data.

por entre todas as personalidades que conseguiram ter o privilégio de ser matéria-prima para a obra de LaChapelle, destacam-se nomes como o do já falecido Tupac Shakur, Madonna, Amanda Lepore, Eminem, Björk, Philip Johnson, Lance Armstrong, Pamela Anderson, Lil’ Kim, Uma Thurman, Elizabeth Taylor, David Beckham, Paris Hilton, Leonardo DiCaprio, Hillary Clinton, Muhammad Ali, Britney Spears, Rihanna e até o próprio Andrew Warhol.

apesar de apenas uma longa-metragem constar na sua lmogra a, David LaChapelle está bastante familiarizado atrás das câmaras de lmar. na sua carreira de video-clips para músicos e/ou bandas estão incluídos trabalhos para Jennifer Lopez, Britney Spears, Avril Lavigne, No Doubt, Whitney Houston, Macy Gray, Blink-182, Elton John, Christina Aguilera, The Vines e o muito celebrado video “Natural Blues” de Moby, vencedor de um prémio MTV para melhor video do ano. A sua longa-metragem, o documentário RIZE, lançado em 2004, tem vindo a receber as melhores críticas possíveis por parte de toda a crítica especializada. recentemente, LaChapelle aventurou-se também pela direcção de espéctaculos, mais precisamente concebendo todo o concerto “The Red Piano” de Elton John.

entre os muitos prémios que lhe têm vindo a ser granjeados, sobressaem o prémio de fotógrafo do ano em 1996 nos VH1 Fashion Awards, o prémio de melhor documentário no Aspen Film Festival, o de Realizador do Ano e melhor video Rock nos MVPA Awards, e foi classi cado como a segunda mais importante pessoa no mundo da fotogra a, pela American Photo Magazine.

David LaChapelle - Inscape of Beauty

gostou da proposta ousada do Thi?
comentaê!

 

com carinho,
oliverthi_

oliverthi_yuri_lisboa

oliverthi_oculos_BK

quer receber cartinhas virtuais de surpresa?

então, manda bala!
e relaxa, eu não vou lotar sua caixa de e-mails ¬¬

seu nome

seu e-mail

oliverthi_oculos_BK

bibliografia / fontes de pesquisa:

LACHAPELLE, David. David Lachapelle Studio.
http://www.lachapellestudio.com

CHULJUNSUNG. Time Out.
https://www.timeout.com/seoul/art/david-lachapelle- inscape-of-beauty

VÁRIOS AUTORES. Wikipedia.
https://pt.wikipedia.org/wiki/David_LaChapelle

comente a vontade :D

pessoas falando <3