ECODESIGN : o que é isso?

oliverthi_mroliver_o_que_e_ecodesign-2

a palavra sustentável, papel reciclado, móveis reaproveitados e a predominância nas cores verdes.
a real é que muitos destes conceitos são aplicados para dizer que um tipo de serviço ou negócio é ecológico e atual, mas engana-se quem acha que a responsabilidade ecológica é tão superficial quanto apenas colocar um símbolo de “reciclado”.

mroliver_logo_b

oliverthi_oculos

ecodesign é toda forma de criar e desenvolver projetos
(visuais e impressos, produtos e serviços)
que minimizem o impacto ambiental

 

integrando as questões ecológicas em todas as suas fases de criação, principalmente com a redução de uso de recursos e matérias-primas.
o termo surgiu nos anos 90 pelos americanos, no setor eletrônico, que buscavam métodos para projetar produtos coeficientes (nome bonito, né?).
mas hoje é bastaste aparente e discutindo na rede, e você pode encontrá-lo como ecodesign, design ecológico, ecofriendly, design sustentável, green design. mas, cá entre nós (e sem mimimi né!), não importa como você o chama, pois é tudo a mesma coisa.

o que precisamos repensar, na verdade, é em como um designer pode pensar sobre o trabalho que ele cria, na construção de projetos visuais (marcas e logos, design gráfico e web, etc), de forma simples, com responsabilidade ecológica em todos os processos, desde a criação a finalização (impressão), e também no descarte e reaproveitamento.

 

oliverthi_mroliver_branding_marca_o_que_e_oliverthi[meu próprio projeto visual é todo eco sem perder a personalidade! – foto @oliverthi]

mroliver_logo_b

simplificando, pense em tudo. não custa nada e garante um bem danado para todos \0/
se tá difícil pensar, toma algumas dicas:

• menos é mais: a cada novo projeto, a mesma essência de criação – menos elementos, menos cores, objetividade, informação mais direta (sem rodeios!). tudo isso tudo influencia e muito em todos os futuros processos (impressões) e até na compreensão e na comunicação;

• escolha melhor: materiais de baixo impacto ambiental: papeis recicláveis, menos resíduos e aplicações de resinas, brilhos, etc.;

• utilize melhor: processos de fabricação com menos energia;

• qualidade e durabilidade: durar e funcionar mais, para fabricar e consumir menos

• reutilize: e reaproveite o que for para o que for;

• multi-uso: escolha usar e criar objetos que possam ter muitas funcionalidades.

nós criadores, somos influenciadores de mudanças de atitudes de fabricantes e consumidores no planeta (aceitem mundo!). logo, nosso papel é muito importante nesta reeducação que produz o desperdício.

mroliver_logo_b

sonhar
o que precisamos repensar é a forma do designer
pensar no que cria.

 

oliverthi_ecodesign_faber_castell
[trabalho de design realizado com a amiga Débora, na faculdade, com conceito eco para Faber-Castell – foto @oliverthi]

 

isso me lembra o primeiro projeto da faculdade, a quase 10 anos atrás… *-* todo reciclado e feito todinho na mão (porque na época não existiam gráficas especializadas neste setor, ainda #ufa)

mas hó: a culpa não é só do consumidor que não escolhe bem seus produtos e destinam seus resíduos (lixos). mas também é das más decisões de design por parte dos fabricantes, revendedores, e claro, de quem cria – os designers! #prontofalei

quer saber o que faço por aqui, na prática? vamos lá:

• papel
o famoso (e lindo!) papel reciclado, também chamado de reciclato, é presença obrigatória em tudo por cá. tem também os papéis artesanais, sem elementos esquisitos ou químicos (somente água, fibras naturais e orgânicos). o papel semente (ou seed paper) é o mais comum.

• visual
pensas que só do papel é que se faz o eco? #risos aqui no lab-studio outra coisa que exploro (e muito!) são projetos limpos, sem exageros, objetivos e leves – mais essenciais sabe? -, com a informação “direta-ao-ponto”. o que traz junto, menos recursos e totalmente eco-friendly (design de impacto ambiental mínimo, principalmente para os olhos!) #PoluiçãoVisualAdeus

• pigmento
a tinta, que pode ser um vilão, mas já existem sistemas de impressão ecológica (para nossa alegria!), que não usam tintas a base de solventes, que não emitem gases tóxicos, sem cheiros e não-inflamável (chega de fogueira com papéis!).
se não dá para evitar a impressão, que seja usando ele.

 

abacaxisdesign para o mundo real, por favor.

 

• embalagem
além de usar a ecofonte e o papel ecológico, que tal um combo com todos: embalagens menores e mais precisas, usando todos estes recursos, gastando o suficiente para embalar o produto, e que depois pode ser reaproveitada ou reciclada! #amordefine substituir plástico por vidro também entra na onda =P

• ecofonte
uma fonte criada para diminuir em até 25% o uso de tinta em cada impressão!
sim, ela existe! e claro, que eu não ia ficar de fora, né? <3
aqui no meu lab-studio de ecodesign, eu uso essa danada sempre que posso, e até crio fontes personalizadas deste tipo, para usar em meus projetos de type design (design de tipografia ou fontes).

• impressão
é realmente necessário imprimir? esta é a pergunta que eu mais me faço no lab, e também à quem me procura para desenvolver um projeto. hoje o mundo é digital, e a informação também. então, nada mais justo que se questionar o que de fato é essencialmente necessário imprimir.

 

MR-OLIVER-oliverthi_jardimdomundo
[pensar em cada detalhe, sua aplicação e diminuir a quantidade de elementos também é ser eco. – foto @oliverthi]

 

o amigo Brian Dougherty (um dos mais influentes designers do mundo) criou um guia incrível, chamado Green Graphic Design que explora muito este tema.
em seu livro, trata especificamente do design de coisas impressas, como embalagens, revistas e jornais, e tudo que envolve papel e tinta.
mas o principal: em como um designer (ou qualquer outra profissão, por favor!) pode e deve usar, de forma mais inteligente, matérias-primas, junto a técnicas de funcionalidade, beleza e bom gosto, e até mensagens mais objetivas e diretas para diminuir custos, insumos e chegar a melhores resultados! \0/ #divomroliver_logo_b

oliverthi_o-que-e-ecodesign  Print

não seja inovador, seja responsável.

 

seu trabalho deve ser relevante e significativo de verdade, então bóra usar a caixola para descobrir melhores caminhos, unindo o útil ao agradável. e claro, também a responsabilidade.
(frase clichê) faça a sua parte, ok? #ficadica

 

dica de livros
Green Graphic Design, do Brian Dougherty
Design for the real world, do Victor Papanek
A rede da vida, de Fritjof Capra
Cotidiano sustentável, do Ezio Manzini
Design Gráfico Sustentável, do Brian Dougherty
Blue Economy, do Gunter Pauli

dica de sites
Planeta Sustentável
Um novo Mundo

 

oliverthi_ecodesign_mroliver_banana  oliverthi_mroliver_o_que_e_ecodesign_embalagem

 

mini-dicionário verde
ecodesign: toda forma de se criar que diminuam os impactos ambientais
ecodesigner: o profissional responsável por pensar em meios responsáveis e ecológicos, e aplicar em suas criações
ecofriendly: qualquer produto ou serviço com responsabilidade ecológica
ecoeficiência: práticas positivas e responsáveis nos negócios

 

“o ecodesign não é uma tendência. é sim uma necessidade.”
Oliver Thi

 

e tem vídeo também, hó: aperta o PLAY vai!

 

 

com carinho,
oliverthi_

oliverthi_oculos_BK

oliverthi_oculos_BK

quer receber cartinhas virtuais de surpresa?

então, manda bala!
e relaxa, eu não vou lotar sua caixa de e-mails ¬¬

seu nome

seu e-mail

comente a vontade :D

pessoas falando <3